Os 12 Proveitos Do Brócolis Para Saúde

Dieta Saudável E Rotina De Exercícios Pra Secar Antes Das Festas



Sonhe reduzir 15kg em somente um mês e meio. Pra Isabela Lopes, estudante de certo, não foi. Ela decidiu utilizar o Dieta e Saúde e provou que tudo é possível para que pessoas tem potência de desejo. Isabela perdeu 15kg com o Dieta e Saúde! Aos 13 anos, com a chegada da adolescência, notei que o espelho começava a me incomodar, no entanto, mesmo dessa forma, não me importava, por causa de os comentários em relação à minha aparência haviam parado. Notei que meu organismo estava passando por modificações e, com o acrescento dos hormônios, me sentia estranha, incomodada, sem saber ao correto qual era o defeito.


Aos 15 anos, meu corpo começou a variar obviamente - e para melhor. Comecei a emagrecer de uma maneira inexplicável! As pessoas comentavam e o espelho começou a tornar-se meu comparsa. Dos quinze aos 18 anos, tinha o corpo humano dos meus sonhos, porque, como morava com os meus pais, a alimentação era regrada e mais saudável. Legumes, verduras, carnes, grãos e água faziam fração do meu cotidiano. Eu nunca fui de fazer exercícios físicos, nunca foi uma questão que me agradasse. Nas aulas de educação física eu evitava ao máximo participar e optava a toda a hora por um jogo de xadrez ou um papo com os amigos no tempo em que os guris jogavam futebol.


  • Você está sempre estressado e trabalha excessivo zoom_out_map
  • 8 - Abdominais na proporção certa
  • Carnes e peixes
  • Salada de rabanete
  • Sal, açúcar, chocolate em pó, cacau
  • Qual o tamanho da tua fome emocional

Contudo, eu a todo o momento ia caminhando pra aula e voltava para residência caminhando e, se eu precisasse fazer alguma coisa fora de casa, ia caminhando também. Creio que isso me ajudava um pouco a preservar o corpo humano conquistado aos quinze anos. Aos 19 anos, me casei, e foi aí que comecei a perder o controle do meu peso, da minha alimentação e da minha aparência. Domina aquela desejo constante de comer pizza, lanches, refrigerante, sorvete, chocolate, salgadinhos e churrasco todos os dias, a semana toda, o mês inteiro? Porque é. Eu sentia essa desejo incontrolável de ingerir tudo o tempo todo, sem me importar se seria prejudicial a saúde ou até à minha aparência.


Comecei a me alimentar de forma incorreta, evitando saladas, legumes, verduras e chegando a ficar sem tomar água por 2 dias inteiros! Nada me incomodava por causa de, para mim, quanto mais eu comia “besteiras”, mais feliz e realizada eu me sentia. Logo as pessoas começaram a conversar: “nossa Isabela, como você engordou”, “nossa, você precisa emagrecer. E eu, como sempre, descontava as frustrações na comida. Entende aquilo que todos falam: “se estou desgostoso eu como, se estou feliz eu como, se estou com intenção de miúdo eu como, se estou realizada eu como”?


Era exatamente o que acontecia comigo. As roupas que eu gostava não serviam mais. Minhas calças tamanho trinta e seis não passavam dos joelhos e passei a utilizar o tamanho quarenta e quatro. Quando vestia alguma roupa sensacional, me sentia estranha, tudo me apertava! O reflexo do espelho era chocante e eu evitava AO MÁXIMO sair em imagens. Tirar imagem era uma questão que me incomodava muito, já que eu sabia da realidade, mas não queria encará-la.A prova disso é que eu quase não possuo imagens antes do emagrecimento. Eu sentia desonra de dirigir-se ao mercado, desonra de ir à lanchonete, desonra de dirigir-se à uma festividade e ,no momento em que o cenário era piscina, fingia estar doente ou até machucada pra não dirigir-se. Reuniões familiares eram um pesadelo.


4 ERROS MAIS COMUNS Na HORA DO TREINO… SAIBA Por aqui

Eu não queria destinar-se de maneira alguma, já que, na minha cabeça, cada assistir significava que as pessoas estavam pensando em meu peso e na minha aparência! Tudo aquilo estava começando a se tornar um justificado pesadelo. Lembro exatamente como foi. No dia 14 de Agosto de 2017, depois de um dia de reunião familiar na casa dos meus pais, fui com o meu marido até a farmácia pra obter sabonete. Entrei, procurei o sabonete e, enquanto meu marido olhava o restante das coisas, enfreintei a balança. Fiquei uns cinco minutos visualizando pra ela, criando bravura pra subir e visualizar o meu peso.


9 Passos Para Não Ganhar peso Muito Pela Gravidez

Finalmente, tomei a iniciativa. Ao subir na balança, foi um real choque, como se a realidade toda tivesse caído a respeito da minha cabeça naquele instante. Pode parecer um imenso exagero, entretanto foi um dos piores dias da minha existência. A balança mostrava exatamente setenta e seis,300 kg, para uma mulher de somente vinte e dois anos e 1.63m de altura. Eu desci e fui pra casa, sem atingir dizer nada, somente pensando no número que aquela balança havia me mostrado. Comecei a olhar minhas fotos antigas e depois defrontei o espelho. Tomei outro choque de realidade.


Tudo mostrava, obviamente, o quanto eu estava sendo irresponsável comigo e com a minha saúde. Naquele mesmo dia, falei para mim mesma que iria variar, que aquele número nunca mais apareceria pela minha balança e que eu seria mais feliz e mais saudável. E foi exatamente o que fiz: pela segunda-feira, comecei a minha dieta e comecei a destinar-se para a academia. Fazia só esteira e bicicleta, pois morria de humilhação de fazer outros exercícios. Comecei cortando tudo aquilo eu sabia que não fazia bem ao meu corpo: refrigerante, doces, frituras, massas em excesso, alimentos industrializados, óleo, entre outros.


No meu dia a dia, incluí muitas verduras, frutas, legumes, pães e massas integrais e passei a tomar, diariamente, 3 litros de água. Com a alteração de costume, minhas pesquisas em redes sociais assim como mudaram. Comecei a procurar por receitas fitness, dicas de substituições saudáveis e assim como por pessoas que neste momento tinham passado pelo método de redução de calorias para me entusiasmar. E foi numa destas pesquisas que acabei de terminar encontrando o aplicativo do Dieta e Saúde. Comei a usar o aplicativo no dia 22 de Agosto e continuo usando até hoje.


No começo, foi muito penoso me reeducar. A desejo de devorar um pote de sorvete sozinha era permanente e a água me fazia enjoar, já que eu ainda não tinha o costume de consumir água. Tive desejo de jogar tudo para o alto, desistir e devorar uma pizza vendo um video. Diversas vezes, sinceramente, eu chorei. Chorava visto que queria ingerir toda hora, consumir tudo o que rodovia na frente. Queria voltar a consumir aquelas coisas cheias de gorduras já que elas me davam uma impressão de alegria momentânea. No momento em que chorava, buscava conforto nas pessoas próximas a mim: minha mãe, meu pai, meu marido e minha melhor amiga Ágata, que foi fundamental para o meu modo de perda de calorias.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *